Foto EOL (arquivo)

A partir desta sexta-feira, dia 22 de janeiro, encontra-se em funcionamento, no Médio Tejo, uma rede de serviços mínimos de transporte público, em virtude do anunciado encerramento das escolas e do confinamento geral obrigatório.

Com o término das aulas, a rede de transporte público será adequada, considerando as restrições e constrangimentos decorrentes do atual contexto de pandemia.

Assim, nos próximos dias estará em funcionamento no Médio Tejo a rede de serviços de transporte semelhante à que esteve em operação durante o período de férias escolares do último verão, com garantia da salvaguarda das devidas condições de segurança sanitária.

Para o efeito, deverá manter-se o cumprimento das orientações de saúde pública, nomeadamente, a obrigatoriedade de distanciamento entre os passageiros e a utilização da máscara de proteção.

A disponibilização da rede de serviços essenciais de transporte público surge na sequência da publicação do Despacho n.º 3547-A/2020 de 22/03/2020, que regulamenta a declaração do estado de emergência, assegurando o funcionamento das cadeias de abastecimento de bens e dos serviços públicos essenciais, bem como as condições de funcionamento em que estes devem operar.