PUB

Quatro corajosos canoístas de três concelhos vizinhos (Tomar, Ourém e Torres Novas), levaram a cabo a descida em autonomia do Rio Guadiana, desde a sua entrada em Portugal até ao paredão da Barragem de Alqueva, num total de 87 Km, que foram percorridos ao longo de cinco dias.

Um projeto antigo, que visava a descida em canoa do maior Lago artificial da Europa (albufeira de Alqueva), e que só foi possível concretizar com o apoio da empresa de turismo ativo GreenRoc.pt

A aventura teve o seu início no dia 5 de junho com entrada na água logo a seguir à Foz do Caia, e terminou a 9 de junho, no paredão da Barragem de Alqueva.

Tratando-se de uma expedição em autonomia, todo o equipamento necessário teve de seguir nas canoas, obrigando a uma enorme imaginação para o transporte de tendas, sacos-cama, roupas, fogão, água, comida… pois o espaço nas canoas era exíguo!

Se nos primeiros 55 Km do percurso, a navegação foi feita em águas internacionais, com a margem espanhola à esquerda e a margem portuguesa do lado direito, a partir da fantástica praia fluvial de Monsaraz, o Guadiana aconchega-se completamente em território Nacional, e espraia-se em enormes lagos por entre um confuso rendilhado de belas ilhas de todas as dimensões, onde o apoio do GPS foi essencial.

Um grande desafio em termos físicos, que por vezes necessitou de alguma coragem e resiliência, mas que foi altamente compensado com o esplendor e a beleza do percurso … as suas paisagens estonteantes e os momentos inesquecíveis de beleza e de paz!

De salientar a enorme quantidade e diversidade de avifauna que nos acompanhou durante todo o percurso.

Para os protagonistas: Joel Vieira, Sérgio Poupado, Pedro Poupado e Albertino Cartaxo, as quatro noites passadas nas margens do Guadiana em plena comunhão com a Mãe Natureza, e os muitos milhares de pagaiadas nas mornas águas da albufeira, foram seguramente uma das mais belas e empolgantes experiências das suas vidas!