No passado mês de janeiro foram constituídas 160 empresas no distrito de Santarém. Relativamente a 2019, regista-se uma diminuição do número de firmas constituídas, uma vez que em janeiro de 2019 foram criadas 193 empresas.

Santarém é o concelho com mais empresas registadas no primeiro mês deste ano, tendo sido constituídas 25 firmas (menos 10 do que em janeiro do ano passado). Ourém é o 2.º concelho com 19 empresas criadas (menos 6 empresas do que em janeiro de 2019), seguindo-se Benavente (18), Tomar (15), Entroncamento (13), Cartaxo (10), Rio Maior (9), Almeirim e Torres Novas (8), Abrantes e Salvaterra de Magos (6), Chamusca e Coruche (5), Alcanena, Golegã, Mação, Barquinha e Sardoal (2), Alpiarça, Constância e Ferreira do Zêzere (1).

Por setores, o maior número de empresas criadas pertence ao Comércio a retalho, com 16 empresas, seguindo-se as Atividades de angariação imobiliária, com 9 firmas, e “Outras atividades de consultoria para os negócios e gestão” com 7 sociedades. Os setores do Comércio por grosso, do Transporte ocasional de passageiros em veículos ligeiros, e os Restaurantes tipo tradicional registaram 6 empresas cada. A Construção de edifícios (residenciais e não residenciais) e as Atividades  de medicina dentária e odontologia registaram 5 firmas cada.
Seguem-se as atividades de Abate de gado (produção de carne), Transportes rodoviários de mercadorias, Turismo no espaço rural, Atividades de consultoria em informática, Atividades de contabilidade e auditoria, consultoria fiscal, Atividades de design, Outras atividades de limpeza em edifícios e em equipamentos industriais, Atividades de apoio social para pessoas idosas, com alojamento, cada uma com 4 empresas criadas.

Registe-se ainda que 109 empresas foram criadas por homens (68%), e  51 das empresas criadas são geridas por mulheres.