Na tarde desta quarta-feira houve mais um acidente com a colisão de duas viaturas ligeiras, no cruzamento da rua da Igreja com a rua da Esperança, que acabou por envolver outras duas que estavam estacionadas.

Do acidente apenas resultaram danos materiais nas quatro viaturas envolvidas, não tendo havido feridos a lamentar.

Este é provavelmente o cruzamento mais perigoso do Entroncamento, onde acontecem frequentemente acidentes, talvez motivados pela falta de visibilidade e de atenção dos condutores.

Ainda há pouco tempo o assunto era aqui abordado no “Assim não vamos lá…”. “A falta de visibilidade para quem percorre a rua da Esperança (embora tenha de parar) e a confiança de quem transita na rua da igreja, tem originado inúmeros acidentes de viação neste cruzamento, alguns com gravidade.

Na ausência de outras soluções viárias, neste cruzamento, existe um espelho parabólico convexo (de trânsito) que mal tem servido para remediar a situação, pois este espelho quase nunca se encontra com a orientação apropriada.

Talvez por má fixação, qualquer transeunte pode rodar o prumo, que, além do espelho, sustenta mais dois sinais de trânsito, ajudando à confusão. Parece estar sempre em situação experimental.”