Foi assinado na tarde desta quinta-feira, nos Paços do Concelho de Torres Novas, o auto de consignação da empreitada “Central do Caldeirão e área exteriores”.

Esta empreitada, adjudicada à empresa SECAL – Engenharia e Construções, S.A., de Alcanena, pelo montante de 1.585.887,27 euros, acrescido de IVA à taxa legal em vigor, irá iniciar-se amanhã, dia 24 de janeiro, e está incluída no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU).

Foto CM Torres Novas

Com o objetivo de permitir devolver a “centralidade” ao edifício, salvaguardando as suas características arquitetónicas e recuperando ainda a maquinaria existente, o espaço será dotado de uma área museológica (Centro de Interpretação) que revisita o funcionamento desta instalação.

O edifício terá condições para acolher ações culturais e de dinamização social e económica, incluindo um restaurante, um espaço multiusos para espetáculos, áreas para comércio e serviços e todo o tratamento do jardim exterior com vista para a tarambola.

Para a próxima semana estão previstos os inícios das empreitadas da “Reabilitação da Calçada António Nunes” e “Reabilitação do Prédio Alvarenga”.