“Nada se Perde, Tudo se Poupa” é a nova campanha do Pingo Doce que arranca a 15 de setembro e tem como figura central o livro “Desperdício Zero À Mesa com o Pingo Doce”. A iniciativa pretende ser um contributo do Pingo Doce para ajudar as famílias a reduzirem o desperdício alimentar nas suas casas poupando, assim, recursos e o ambiente.

A campanha procura sensibilizar os portugueses para o combate ao desperdício alimentar, um desafio à escala mundial, estimando-se que um terço dos alimentos produzidos anualmente no mundo seja desperdiçado. Em Portugal, calcula-se que, em média, cada português deite 100 kg de alimentos para o lixo por ano, na maioria das vezes por desconhecimento do que fazer com as sobras, de como interpretar os prazos de validade ou de como conservar alimentos.

Para Isabel Ferreira Pinto, Diretora-Geral Pingo Doce, “o livro ‘Desperdício Zero À Mesa com o Pingo Doce’ é um convite aberto a todos os portugueses para incorporarem práticas sustentáveis nos seus hábitos quotidianos, permitindo mitigar o desperdício alimentar, poupando tempo, recursos e maximizando o orçamento familiar”.

O livro compila 180 receitas fáceis e deliciosas, organizadas por ingredientes de A a Z, com partes de alimentos que geralmente não são aproveitadas, assim como pratos confecionados com as sobras mais comuns das refeições do dia-a-dia. Todas as receitas foram elaboradas e testadas em colaboração com a equipa de nutrição do Pingo Doce.

A iniciativa insere-se na política de combate ao desperdício alimentar do Pingo Doce, tendo sido o primeiro retalhista alimentar em Portugal a calcular, a verificar de forma independente e a divulgar publicamente a sua pegada de desperdício.

Só em 2019, o Pingo Doce evitou o desperdício de mais de 10.700 toneladas de alimentos através de doações a centenas de instituições de solidariedade social, da venda de produtos com desconto quando estão prestes a atingir o prazo de validade e da utilização de legumes “feios” em sopas frescas e em preparados de 4ª gama.

Vitoria Thomazini