O governo decretou a requisição civil por incumprimento “dos serviços mínimos” fundamentalmente no sul do país, no primeiro dia da greve dos motoristas.

O incumprimento da requisição civil. pode dar pena de multa ou prisão. Quem não acatar a requisição civil, decretada esta segunda-feira pelo Governo, está sujeito por lei “a crime de desobediência e a despedimento por justa causa”.

Os motoristas que incumprirem a requisição civil incorrem em crime de desobediência, punido com pena de prisão até dois anos ou multa até 240 dias, além de despedimento com justa causa.


GREVE DOS CAMIONISTAS | Ainda se consegue abastecer na região e ainda reina a calma

Teve início, como previsto, às zero horas desta segunda-feira, dia 12 de agosto a greve dos camionistas por tempo indeterminado e por enquanto está tudo calmo na região, dado que os automobilistas abasteceram antes do início da greve.

Na zona do Entroncamento os dois Postos de Abastecimento, incluídos na Rede de Emergência de Postos de Abastecimento (REPA), mais perto situam-se em Torres Novas. Um na GALP ao pé do Continente e o outro no Intermarché.

O posto da GALP está com combustível apenas para viaturas de emergência, aguardando o fornecimento em breve e no Posto do Intermarché está tudo a funcionar como previsto, ou seja com racionamento a 15 litros e pagamento antecipado.

O Posto da Prio no Entroncamento tinha, ao início da tarde, todos os combustíveis e estava a funcionar dentro da normalidade.

Postos da Rede de Emergência (REPA) no Distrito de Santarém

GREVE DOS CAMIONISTAS | Ainda se consegue abastecer na região e ainda reina a calma

Teve início, como previsto, às zero horas desta segunda-feira, dia 12 de agosto a greve dos camionistas por tempo indeterminado e por enquanto está tudo calmo na região, dado que os automobilistas abasteceram antes do início da greve.

Na zona do Entroncamento os dois Postos de Abastecimento, incluídos na Rede de Emergência de Postos de Abastecimento (REPA), mais perto situam-se em Torres Novas. Um na GALP ao pé do Continente e o outro no Intermarché.

O posto da GALP está com combustível apenas para viaturas de emergência, aguardando o fornecimento em breve e no Posto do Intermarché está tudo a funcionar como previsto, ou seja com racionamento a 15 litros e pagamento antecipado.

O Posto da Prio no Entroncamento tinha, ao início da tarde, todos os combustíveis e estava a funcionar dentro da normalidade.

Postos da Rede de Emergência (REPA) no Distrito de Santarém