Foto Lúcia Veríssimo

A cidade do Entroncamento voltou a receber na manhã deste domingo, mais de uma década depois, o histórico União de Tomar. Em causa esteve a oitava jornada do campeonato da 1ª divisão distrital da Associação de Futebol de Santarém, entre o Entroncamento AC e os tomarenses, com a vitória a sorrir a estes com um golo ao cair do pano.

O complexo do Bonito foi palco de um jogo entre equipas com objetivos completamente diferentes: de um lado o EAC à procura de se afastar dos últimos lugares, do outro um crónico candidato à subida de divisão. No entanto, tal diferença de valores não foi notória sobre o relvado, com os de Tomar a encontrarem pela frente uma equipa muito competente, organizada e a subir de produção a cada jornada que passa.

Aliás, viria a ser a equipa da casa a dominar a primeira metade, embora desperdiçando a possibilidade de construir uma vantagem confortável, com quatro claras ocasiões de golo a não terem sido concretizadas. Responderam os forasteiros, que chegaram à vantagem já nos descontos, na sequência de uma grande penalidade indiscutível.

No segundo tempo, os da cidade dos comboios tentaram o que lhes foi possível para levar do jogo pelo menos um ponto, o que pareceu alcançável à passagem do minuto 60, altura em que João Nogueira restabeleceu a igualdade, também fruto de uma grande penalidade que não mereceu discussão. No entanto, e quando já pouco o fazia prever, veio o balde de água fria: a equipa do U. Tomar chegou novamente à vantagem – bis de Tiago Vieira – e desta forma impediu o EAC de somar o quarto jogo sem perder. Um final inglório que não se ajusta à excelente prestação da equipa de Paulo Costa, mas deixa antever que o futuro pode ser risonho.

No final dos 90 minutos, seria Paulo Costa a falar aos jornalistas e a dar os parabéns ao adversário pelo resultado, ainda que o considerando injusto. O treinador salientou a excelente atitude da sua equipa: «A imagem foi boa, os jogadores tiveram um compromisso enorme e uma atitude excelente, um bom sentido posicional no campo, partindo sempre que oportuno das costas do adversário e mantendo uma solidez defensiva muito forte. Vamos querer manter tudo o que tivemos de bom hoje, queremos é alterar o resultado. Há que pensar dia-a-dia, nem sabemos se para a semana jogamos ou não, a única coisa que sabemos é que vamos treinar terça-feira»

Por fim, o líder do EAC mostrou-se confiante no futuro próximo: «Há aqui jogadores com um passado bom. Há outros que ainda não tinham jogado na 1ª divisão distrital e estão num processo de melhorar dia-a-dia. Nota-se um crescimento enorme nesta equipa, que se mantiver esta forma de estar vai vencer mais vezes do que perder», considerou.

Com este resultado, o Entroncamento AC mantém o 13º lugar na tabela classificativa.

João Lopes