Foto CMC
PUB

Como o anunciado quando da Concentração de 3 março passado, foi lançada uma Petição “Nova ponte da Chamusca e conclusão do IC3”, dirigida ao Presidente da Assembleia da República com o objetivo de esta reivindicação ser debatida e votada em sede parlamentar.

Estão distribuídos mais de 100 cadernos por locais públicos dos concelhos da Chamusca, Golegã, Alpiarça, Torres Novas, V N Barquinha e Entroncamento. Em alguns dos locais a iniciativa foi recebida com muito entusiasmo demonstrando a adesão das populações à reivindicação de uma nova ponte e à conclusão do IC3.

PUB

Até final de abril próximo, terão ainda lugar iniciativas de contacto direto com as populações para esclarecimento e recolha de mais assinaturas.

A ponte da Chamusca, construída em 1909, constituiu uma das mais importantes obras realizadas naquela zona no século passado e foi um contributo decisivo para o seu desenvolvimento regional. Hoje, aquela infraestrutura e acessos, não corresponde às necessidades de mobilidade das populações e às atividades económicas dos concelhos limítrofes (Chamusca, Golegã, Torres Novas, Entroncamento) e do distrito de Santarém.

A Comissão não tem dúvida quanto à necessidade de “construção de uma ponte alternativa que ligue as margens do Tejo nos concelhos da Chamusca e da Golegã e a conclusão do troço do IC3, ligando a A13, no concelho de Almeirim, à A23 e à A13, em Vila Nova da Barquinha”.

É uma zona com muito trânsito (ligeiros e pesados, alguns com matérias perigosas, para e do Ecoparque do Relvão, Carregueira/Chamusca; equipamentos agrícolas; e, equipamentos militares) que utiliza as únicas e sem condições vias existentes (a N118, a N243 e a atual ponte). Assim, para melhorar a segurança e mobilidade das populações, os peticionários exigem: “Nova ponte da Chamusca e conclusão do IC3”

 

PUB