Os vereadores do PSD na Câmara Municipal do Entroncamento tomaram posição pública ao conhecerem o traçado do viaduto que visa ligar o parque Desportivo do Bonito à zona sul da cidade. Segundo os social-democratas “O projeto apresentado pelo Presidente da Câmara Municipal, Jorge Faria, prevê o desvio do trânsito pela Atalaia, obrigando os automobilistas a deslocarem-se até ao concelho vizinho de Vila Nova da Barquinha para acederem à estação ferroviária e a outros serviços de interesse na cidade, de modo a evitarem a malha urbana, devido ao seu congestionamento. O mesmo sucede no sentido oposto entre a zona sul e a zona norte da cidade”.
 
O projeto apresentado na reunião pública do Executivo, na sequência do pedido de informação dos vereadores do PSD sobre o que tinha sido debatido na reunião entre o Presidente da Câmara do Entroncamento e a empresa pública Infraestruturas de Portugal, e que conta já com o consentimento do Presidente da Câmara de Vila Nova Barquinha de acordo com a informação do Presidente da CME, “prevê a ligação do viaduto do Bonito sobre a linha do Norte com a estrada nacional 110, na Atalaia, ligando diretamente a zona norte do Entroncamento à Atalaia, suprimindo a passagem de caminho-de-ferro sobre a linha do leste e da beira baixa, obrigando assim os cidadãos a deslocarem-se ao concelho da Barquinha para voltarem a aceder à malha urbana da cidade do Entroncamento”.
 
Segundo a nota de imprensa emitida pelo PSD, “O projeto que existe nos serviços da autarquia, e que foi realizado e aprovado em conjunto com a então REFER, identifica a necessidade de encerramento da passagem de nível da linha do leste e da beira baixa e, assim, proceder à construção de uma circular que ligue o atual viaduto sobre a linha do norte com a rotunda do nosso hospital, uma verdadeira circular que visa desbloquear o trânsito dentro da cidade e que permita a circulação de forma fluída”.
 
A terminar referem que, “Apesar do Presidente da Câmara Municipal do Entroncamento Jorge Faria entender que o projeto já existente é demasiado ambicioso, os vereadores do PSD entendem que é este o traçado que melhor serve a população e não o que está atualmente a ser gizado, obrigando a população a ir à Atalaia para voltar ao Entroncamento, como que num circuito de passeio. Este projeto é inviável, não serve a população do Entroncamento, não sendo sequer conhecidos os custos comparativos com o projeto existente e com eventuais alternativas”.