HARPAS & FARPAS DE UM TANSMONTANO NA TERRA DOS FENÓMENOS
 
RECADOS AO PRESIDENTE JORGE FARIA - II 
 
POR: ALFREDO MARTINS GUEDES 
 
Senhor Jorge Faria;
 
Desejo-lhe muito bom dia.
Aqui me tem de novo,
para desta feita lhe agradecer,
em nome deste bom Povo.
 
Mas hoje estou aqui de bons humores…
visto que, por cá, no Casal Saldanha,
já se vão respirando melhores odores!...
Seja pela sua gentileza,
pelos recados meus…
ou mesmo pelas boas graças
vindas lá dos altos céus…
sei que já ordenou a lavagem
dos outrora pestilentos contentores!
 
Já quanto às célebres obras de Santa Engrácia,
por aqui, pelo nosso jardim,
vão assim, assim:
Piam de mansinho…
umas vezes meio paradas,
Outras tantas muito devagarinho!
 
Mas em relação ao meu reparo anterior
acerca dos malfadados plátanos,
não há novas, nem mandados…
Parece-me que se esqueceu dos meus recados.
 
Sabe bem vexa, que este tipo de espantalhos arbóreos
estão em muitos municípios já fora de moda.
Como parece não pretender cortá-los pela raiz,
Já o Povo do Casal Saldanha ficaria feliz,
se lhes mandasse efectuar uma boa poda!
 
 
 
 
 
 
 
 
Entretanto, vamos rezar e esperar…
que no Inverno que aí vem,
eles não caiam sobre ninguém,
e que também não ganhem asas…
para não nos tombarem sobre as nossas casas!
 
E por aqui hoje me vou ficar,
esperando que mais um milagre
venha da “sua” câmara, ou do ar!
 
 
.
Entroncamento – 10 de Novembro de 2017