Com a chegada do novo ano, a Quinta da Alorna apresenta duas novidades de elevada inspiração, à altura da sua herança. A história e o savoir-faire de um século de tradição vínica sentem-se nas mais recentes criações da propriedade à beira Tejo, que prometem ser sucessores de alguns dos seus mais premiados vinhos.
 
Quinta da Alorna Reserva Touriga Nacional & Cabernet Sauvignon 2014
 
Compondo um blend púrpura com uvas provenientes de vinhas com 30 anos de idade, a reconhecida enóloga Martta Reis Simões combina de forma subtil a Touriga Nacional e a Cabernet Sauvignon, castas que estagiaram separadamente durante 12 meses em barricas novas e usadas de carvalho francês e americano.
 
As violetas e a groselha madura da Touriga, bem como as especiarias próprias da Cabernet e a complexidade atribuída pelo estágio em madeira compõem um aroma intenso e sedutor. O corpo é equilibrado e redondo, sendo que, na boca, confirmam-se as sensações florais e frutos pretos maduros, e no final de boca, concretiza-se a intensidade com excelente persistência.
 
Os grandes clássicos de caça, cabrito, borrego e outras carnes condimentadas assumem-se como a sugestão ideal para acompanhar com o Quinta da Alorna Reserva Touriga Nacional & Cabernet Sauvignon 2014.
 
Quinta da Alorna Tinto 2015
 
De uma combinação de castas vindimadas separadamente – Syrah, Castelão, Tinta Roriz e Alicante Bouschet –, nasce o Quinta da Alorna Tinto 2015, a opção perfeita para um dia-a-dia pleno de suaves notas de sofisticação, fazendo brilhar pratos de risotto, carnes brancas e charcutaria.
 
Com uma cor rubi carregada e aveludada, o aroma sugere fruta vermelha madura, notas de chocolate e um ligeiro toque a especiarias. Na boca, o sabor, denso e com taninos redondos, é rico em fruta. 
 
PVPs Recomendados:
• Quinta da Alorna Reserva Touriga Nacional & Cabernet Sauvignon 2014 – 6,99€
• Quinta da Alorna Tinto 2015 – 3,99€
 
A Quinta da Alorna é uma empresa familiar, produtora de vinhos, situada na margem do Rio Tejo, em Almeirim, que se destaca não só pela qualidade dos vinhos que produz, como também pelos seus espaços naturais.
 
Os seus 220 hectares de vinhas dividem-se em várias castas, originando vinhos com a qualidade, excelência e competitividade que os mercados nacionais e internacionais exigem. Atualmente, a Quinta da Alorna está presente em todo o mundo, desde a Europa (com forte incidência na Polónia, Inglaterra e Holanda), ao Brasil, passando pelos mercados Norte-Americano, Asiático e Russo.
 
Com uma produção média anual na ordem dos 1,85 milhões de litros, os vinhos da Quinta da Alorna são produzidos com recurso às novas tecnologias de vinificação. Além de vitivinicultura, a Quinta da Alorna