Esta quinta-feira, a Assembleia de Freguesia de S. João Baptista manifestou “preocupação” pelo aluimento parcial da placa que cobre a Ribeira de Sª Catarina e reclamou “a máxima celeridade” na sua reposição.
 
A autarquia vai mais longe e considera necessário “um plano global para limpar, despoluir e regularizar a Ribeira de Sª Catarina”.
 
Esta tomada de posição resulta da aprovação de uma proposta apresentada por Anabela Cavalheiro (BE). A única posição dissonante foi a do PSD, que optou pela abstenção.
 
Os autarcas também “consideram indispensável a obtenção de garantias de segurança sobre a restante cobertura da Ribeira, em particular nas zonas em que esta é atravessada por vias com trânsito automóvel”.
Além disso, defendem “que, enquanto as obras durarem, sejam tomadas medidas que permitam o acesso automóvel às garagens agora inacessíveis, ainda que de forma condicionada”.
 
 

 
Placa cede e deixa Ribeira de Santa Catarina a céu aberto
 
A placa que cobre a Ribeira de Santa Catarina no Entroncamento cedeu junto à Praça Salgueiro Maia e deixou a ribeira a céu aberto como se de um esgoto se tratasse, com um cheiro muito forte.
 
O acidente ocorreu pouco antes da meia-noite de quarta-feira, não tendo causado qualquer danos, uma vez que os carros que habitualmente ali estacionam já tinham sido retirados.