Foi inaugurada este sábado a exposição de pintura “Naturezas mortas a que a cor dá vida” de Olímpia Maria Valentim ex-autarca que não se considera pintora, mas que desde criança tem esse gosto.
 
A exposição inaugurada este sábado na presença da Vice-Presidente da Câmara Municipal Ilda Joaquim e de Ezequiel Estrada Presidente da Junta de Freguesia de Nossa Senhora de Fátima, vai estar patente ao público até ao dia 19 de outubro podendo ser visitada de terça-feira a domingo das 15h00 às 19h00.
 
Olímpia Maria das Neves Valentim nasceu em 1942 no Entroncamento, onde cresceu e vive atualmente. Desde criança que gosta de desenhar e pintar. É apaixonada pela Natureza onde qualquer pormenor é uma inspiração para reproduzir na tela.
 
“Cresci e continuei sonhando. Contudo, a vida não me deu espaço para a pintura, mas agora que estou mais disponível, pensei que era chegada a hora de realizar o meu sonho de menina e comecei brincando com os pincéis e as tintas…”
 
“Entendo que o presente é o tempo ideal para fazermos todas aquelas coisas que a vida profissional e familiar não nos deu oportunidade para concretizar”, afirma Olímpia Maria, nome que prefere utilizar na sua vertente de pintora.
 
“É a terceira vez que exponho o resultado do meu sonho. Independentemente de se gostar ou não, esta exposição tem uma mensagem para si: Não pare! Dê o primeiro passo. Acredite em si e preencha os seus dias”, aconselhou a pintora.
 
O evento é organizado pela Câmara Municipal do Entroncamento, no âmbito do Projeto DEVIR 2017.