O professor Jorge Paiva, da Universidade de Coimbra, é um dos mais prestigiados botânicos portugueses. É, por outro lado, um profundo conhecedor da obra de Camões na perspetiva das plantas. Esteve de visita ao Jardim-Horto, a convite da Direção da Associação, para melhor conhecer o Jardim-Horto, criado há quase 30 anos, e se inteirar do trabalho que está a ser realizado para o reabilitar. Deu opiniões e sugestões e manifestou-se disponível para colaborar com a Associação na área da sua especialidade. E virá oportunamente a Constância para proferir, na Casa-Memória, uma conferência sobre As plantas na obra de Camões.
 
O professor engenheiro Armando Tavares da Silva é o presidente da Secção Luís de Camões da Sociedade de Geografia de Lisboa. Acompanhou a visita ao Jardim-Horto e, na Casa-Memória que ambos os académicos igualmente visitaram, reconheceu e louvou o esforço que está a ser feito para se conseguir a sua abertura ao público, realçando o número e a diversidade das atividades desenvolvidas nos tempos recentes. Manifestou também a sua disponibilidade para colaborar com a Associação, em especial no que respeita aos contactos no universo camonista, de modo a possibilitar a vinda a Constância de especialistas na obra de Camões.