A atleta olímpica do Sporting Clube de Portugal, Francisca Laia aceitou ser a madrinha do AQUApaper de Abrantes, que se vai realizar no dia 23 de Junho, na Praia Fluvial de Aldeia de Mato.
 
Além de terem direito a assistir a uma pequena explicação das formas mais correctas de remar por uma das maiores promessas nacionais da canoagem e pelo pai, o canoísta veterano João Laia, Francisca entrará na água e dará a partida desta jornada, em canoa, pela Albufeira de Castelo do Bode.
 
A abrantina Francisca Laia começou desde muito cedo na canoagem, tendo sido treinada, desde 2003, por João Laia, no Clube Desportivo "Os Patos". Em 2011, conquistou a sua primeira medalha internacional, a de bronze, em K1 200m júnior, no Canoe Sprint European Championships, repetindo o feito neste campeonato europeu em 2012, em 2014 em K2 500m, e em 2015 em K1 200m nos sub-23.
 
Em 2015, alcançou a primeira medalha de ouro, em K4 200m, na I Taça do Mundo. Nesse ano foi, também, vice-campeã mundial, em K1 200m, nos sub-23. E em 2016, já no Sporting Clube de Portugal, apurou-se para os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro (Brasil), na categoria K1 200m, onde ficou em 8º lugar na final B. E tonou-se ainda, campeã mundial universitária, em K1 200m e K2 500m.
 
No ano passado, a atleta sagrou-se campeã mundial, na Sérvia, no Canoe Sprint World Cup III em K2 com Joana Vasconcelos. Com esta última canoísta, Francisca trouxe da Bulgária duas medalhas de prata em K2 200m e 500m, no Campeonato da Europa de Velocidade.
 
Sob o mote “divertir sem poluir”, os participantes do AQUApaper são desafiados a percorrer a Albufeira de Castelo do Bode em canoa sob a orientação de um mapa, seguindo pistas, respondendo a perguntas e realizando jogos de habilidade.
 
Este evento lúdico de canoagem, que articula a metodologia da orientação e dos rallys paper é organizado pela TAGUS – Associação para ao Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior, em parceria com a ACLAMA – Associação Cultural “Os Amigos de Martinchel”, o Hotel Segredos de Vale Manso e a empresa Cabana do Rio. Apesar de não ter um caracter de competição, esta divertida aventura termina com a entrega de prémios, cuja base são produtos do Ribatejo Interior.
 
20 euros por elemento é o valor da inscrição, que inclui documentação, seguro, equipamento, almoço e lanche-convívio. Para assegurar a sua participação, só tem de preencher os seus dados e os do seu companheiro de equipa em www.tagus-ri.pt.
 
O AQUApaper de Abrantes, conta com o apoio do Município de Abrantes, através do FinAbrantes - Programa de apoio a coletividades do concelho de Abrantes, e da Pegop, é dinamizada no âmbito do DLBC Rural, promovido pelo PDR2020, e co-financiada pelos FEEI – Fundos Europeus Estruturais e de Investimento, através do Portugal 2020.