A cerimónia da Comemoração dos sessenta e dois anos de existência do Serviço Material e do décimo segundo aniversário do Regimento de Manutenção decorreu no dia 9 de março nas instalações do Regimento de Manutenção. A cerimónia foi presidida pelo Chefe do Estado-Maior do Exército, General Frederico Rovisco Duarte, onde estiveram presentes entidades militares, o Presidente da Junta de Freguesia de Nossa Senhora de Fátima, Ezequiel Soares Estrada, o Presidente da Junta de Freguesia São João Baptista, Rui Cardoso Maurício, o Vice-Presidente da Câmara Municipal Carlos Amaro e civis.
 
As forças em parada foram constituídas pelas Companhias do Batalhão de Manutenção, Regimento de Manutenção e da Unidade de Apoio Geral do Exército, Fanfarra do Exército, Banda do Exército, Bloco de Peões constituído por militares da Direção de Material e Transportes e a Escola dos Serviços. Seguiu-se um momento de homenagem aos combatentes caídos em combate.
 
O Diretor Honorário do Serviço de Material Major-General Morgado da Silva oficializou a abertura da cerimónia, mencionando vários assuntos mas destacando que “atualmente o exército depara-se com novas e elevadas exigências com a sustentação dos recentes e modernos sistemas de armas ao seu serviço. E com os nossos sistemas de armas que se encontram em processo de aquisição e ainda adquirir brevemente lançando novos desafios desde logo obrigaram a uma maior concentração de equipamento e recursos humanos cada mais especializados de forma a manter e melhorar o apoio em reabastecimento e em manutenção. Mais uma vez estamos perante um salto tecnológico que só tem comparação aquando da motorização no início do século XX”. Referindo ainda que “ o principal problema passa pelo emprego sistemático e reiterado dos técnicos de serviço material principalmente os nossos sargentos em missões fora do seu contexto formativo com os evidentes custos na sustentação logística dos equipamentos existentes e no aumento da indisponibilidade dos mesmos”.
 
O último discurso foi realizado pelo Chefe do Estado-Maior do Exército, General Frederico Rovisco Duarte, mencionou que os serviços prestados ao país pelo serviço material, “ ao longo de mais de seis décadas deixaram em território nacional e fora dele um importante legado da sua competência e capacidade empreendedora. A sua intervenção nomeadamente no âmbito da função logística de manutenção através da intervenção decisiva aos seus diferentes níveis são um exemplo de dedicação e competência para todo o exército”. Referiu ainda que “ no que concerne à modernização do exército, prevê-se para o biénio de 2018/2019 o início da receção de novos meios, nomeadamente diferentes tipologias de viaturas ligeiras, correspondentes a investimentos previstos no âmbito da lei de programação militar”.
 
Seguiu-se a entrega a quinze militares as seguintes medalhas: Medalha de Serviços Distintos, Medalha de Mérito Militar, Medalha D. Afonso Henriques – Mérito do Exército e a Medalha de Comportamento Exemplar.
Após a cerimónia foi feita uma visita à exposição estática de material e fotográfica, finalizando as comemorações com um almoço de confraternização.
 
Mais Fotografias na GALERIA
 
Rita Inácio