Em comunicado a CDU analisou os resultados obtidos nas eleições autárquicas de domingo.
 
“A CDU, no Entroncamento, lamenta a escolha que levou ao reagrupamento da vida política à volta de dois partidos principais, PS e PSD, para os órgãos autárquicos do nosso concelho e à perda de representatividade da única força consequente de esquerda nos órgãos autárquicos do nosso concelho.
Esta bipolarização verificou-se, também, noutras autarquias da nossa região com o empobrecimento dos contributos que a CDU sempre soube dar na defesa das populações e dos trabalhadores para uma vida melhor.
Afirmámos, nesta campanha, a inabalável confiança no nosso trabalho e a intervenção e papel insubstituível que dedicamos na defesa dos direitos das populações e dos trabalhadores do nosso concelho.
Reafirmamos a convicção de que a luta que travamos em defesa dos interesses populares e dos direitos dos trabalhadores, na construção de um concelho desenvolvido é tão exigente quanto necessária.
Garantimos que é com a nossa determinação e a nossa intervenção e luta, que a população do Entroncamento pode contar para defender os seus direitos e construir uma vida melhor num concelho com futuro.
A CDU confirma-se como a grande força de esquerda no poder local a nível nacional, pelo que o seu projeto autárquico continuará a ser no concelho do Entroncamento uma referência.
A confirmação e mesmo fortalecimento da CDU em importantes concelhos, designadamente Lisboa, a manutenção de uma presença em todo o território, com a confirmação, no essencial, da sua expressão eleitoral, com avanços em zonas de minoria, a confirmação do projecto distintivo da CDU de Trabalho, Honestidade e Competência, são factores que alicerçam essa confiança para o futuro”.