A Coordenadora do BE manifestou-se em comunicado contra o encerramento dos balcões de Alpiarça e Alferrarede e defende a nacionalização dos CTT.
 
"Os CTT anunciaram um novo plano de reestruturação, que contempla o encerramento de 22 postos / lojas em todo o País, dois deles no Distrito de Santarém, o balcão de Alpiarça e o balcão de Alferrarede em Abrantes.
 
Desde a privatização dos CTT, que o serviço postal se tem degradado acentuadamente, com a empresa focada no lucro e na distribuição de dividendos à custa do despedimento de trabalhadores, aumento dos ritmos de trabalho, tempos de espera inaceitáveis, resultado de contínua diminuição do número de trabalhadores afetos ao atendimento ao público, do encerramento de balcões e de precariedade global em toda a linha de serviços prestados.
 
Há menos de um mês, o Bloco de Esquerda apresentou no Parlamento um projeto de lei para a nacionalização dos CTT. O serviço universal de correio, com a consequente proximidade às populações o qual, está posto em causa neste momento, tem de ser um serviço público, de qualidade e de pertença de todos.
 
O Bloco de Esquerda, sublinha que continuará a lutar pelo serviço de qualidade dos CTT, pela sua reintegração na esfera pública e assume o compromisso de através do seu deputado eleito pelo Distrito de Santarém Carlos Matias fazer todas as diligência contra a pertença do encerramento dos balcões de Alpiarça e Alferrarede”.