O terceiro momento do projeto Caminhos do Médio Tejo 2018 – “Caminhos da Pedra” – passa pelo Sardoal em dois fins-de-semana, de 12 a 14 e de 19 a 21 de outubro, com espetáculos de música, teatro e percursos artísticos.
 
Entre 12 e 14 de outubro, o Percurso Artístico “Pedra a Pedra”, com Ana Bento, irá levar os participantes a trilhar e desvendar caminhos e memórias, num percurso acompanhado por música.
 
A Companhia Instável apresenta, nos dias 12 e 13 de outubro, “Catabrisa”, um espetáculo de teatro infantojuvenil que retrata a história de um menino que “vive a maior das aventuras de sempre, a aventura de quem nasce e cresce com o corpo e a mente aos rodopios.” Com interpretação de Filipe Caldeira, o espetáculo terá lugar no Quartel dos Bombeiros Municipais, com sessões às 11 e às 14 horas.
 
Na música, La Negra sobe ao palco do Centro Cultural Gil Vicente, no dia 19 de outubro, às 21h30m. Com um percurso firmado como atriz, Sara Ribeiro apresenta-se em palco sob a pele de La Negra, um projeto onde as histórias de personagens femininas ganham vida através de teclados, bateria e voz.
 
A encerrar a programação do “Caminhos da Pedra” em Sardoal estará Senza, formado pelos músicos Catarina Duarte e Nuno Caldeira. Para a composição das músicas, a dupla inspira-se nas viagens que faz pelo mundo, resultando numa conjugação de diversos estilos musicais.
 
O projeto "Caminhos da Pedra" é uma ação de programação cultural em rede promovida pela Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT) em parceria com os Municípios aderentes. Criado em 2017, este projeto pretende proporcionar encontros em redor da cultura, colocando os recursos e espaços naturais ao serviço das comunidades.
 
Todas as atividades têm entrada livre.